Rio de Janeiro é a cidade que mais receberá turistas na Copa de 2014

Written by webmaster on 08/06/2013. Posted in Notícias

Ministério do Turismo estima em 1,3 milhão número de visitantes nos jogos.
Cidade recebe menos estrangeiros que Buenos Aires e até Torre Eiffel.

O Rio de Janeiro é a cidade que mais vai receber turistas durante a Copa do Mundo de 2014. O Ministério do Turismo estima em quase 1,3 milhão o número de visitantes nos 30 dias de jogos. E muitos desses turistas vão estar no Rio pela primeira vez e por conta própria.

Os últimos mundiais deram bons exemplos de como a Copa do Mundo pode transformar as cidades que sediam a competição para melhor. A Copa de 2010 fez o turismo crescer 25% na África do Sul.

Na Alemanha, ocorreu a maior mudança: o país marcado pela Segunda Guerra Mundial conseguiu transformar a imagem com o slogan “Tempo de fazer amigos”.

“O mundo tinha uma certa antipatia pelos alemães. Então, eu acho que a Copa do Mundo eles fizeram um trabalho muito grande, eles viram a oportunidade no slogan da Copa de fazer toda essa transformação. E mudou totalmente a imagem deles perante o mundo, as pessoas começaram a olhar os alemães com outros olhos”, avaliou Joana Havelange, do Comitê Organizador da Copa de 2014.

Apesar de privilegiado pela natureza, o Rio ainda engatinha quando o assunto é turismo. Por aqui passam por ano 1,5 milhão de turistas de fora do Brasil. Somente a Torre Eiffel, em Paris, recebe mais que o triplo de estrangeiros – 5,2 milhões por ano. E para a nossa vizinha Buenos Aires, na Argentina, vão três milhões de pessoas do exterior – o dobro do que vem pra cá.

A Copa de 2014 é a chance para o Rio virar o primeiro destino de quem viaja.

“Quando o turista identifica o Rio de Janeiro para as suas férias, ele o faz depois de ter feito muitas outras viagens. Então ele já chega aqui com um espírito muito mais crítico do que um outro turista. Porque ele já conheceu outros destinos, já se hospedou em outros hotéis, já visitou outras cidades, seguramente mais bem preparadas que a nossa pra receber o turista”, afirmou o consultor de turismo Bayard Boiteux.

Para estar bem preparado é preciso treinamento. De olho nas vagas dos hotéis para a Copa, Jefferson quer deixar de ser mototáxi e virar garçom. E para isso, está aprendendo inglês. “Os eventos estão vindo e eu estou me preparando pra isso”, disse.

De acordo com a coordenadora de qualificação profissional da Secretaria municipal de Assistência Social, Elizabeth de Oliveira, a expectativa é de capacitar em torno de 2 mil pessoas na área voltada para turismo e gastronomia.

Os visitantes estrangeiros acreditam que o Rio ainda tem o que melhorar. “Na primeira semana, nós decidimos tomar o metrô, porque dirigir era impossível”, disse um turista mexicano, reclamando sobre a falta de sinalização suficiente. “E os preços são muito altos”, completou outra mexicana.

Já um turista inglês disse que falta informação nos pontos de ônibus.

“A Copa do Mundo é um degrau, é um grande degrau. A hora é essa da gente entrar no mercado mundial, atrair investimentos internacionais pra fazer realmente no Rio de Janeiro voltar a ser aquela cidade maravilhosa, do topo de pirâmide. E o resto vem atrás”, afirmou o presidente da Associação da Indústria de Hotéis (ABIH), Alfredo Lopes.

Fonte: G1 – Rio de Janeiro

Tags: ,

Trackback from your site.

Leave a comment

You must be logged in to post a comment.